Uma Amante no Trem

Ana nos seus lindos vestidos. Pega o trem! Atravessa a neve! Vá e encontre o fatídico.

Mas Anna, que cara é esta? Não tem nada nela.

Karina, não dê conselhos se você também erra, não dê conselhos se você vai errar. Erre da forma certa, e simplesmente acerte, ou não.

Vá, Karen! Roube-o dela! Ame-o! Beije enlouquecidamente seu novo homem, seu verdadeiro amor. É o seu primeiro?

Chore, menina! Pois o amor é belo mas também é cego, por isso não deve sê-lo nem um nem outro. E assim o é, “seu homem”, “seu amor” não está mais contigo.

Karenina, eles estão todos te olhando? “Olhe o que você fez!” O que você fez? Onde estão seus filhos? Onde está seu antigo marido? Você realmente não quer perdão? Tudo bem, já que não deve nada.

Está ouvindo o barulho do trem, Anna Karenina?

Onde você está indo, Anna Karenina?

Qual é o barulho dos trilhos, Anna Karenina, qual é o barulho dos trilhos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s